25 de novembro de 2013

- Aborto - Gravidez na Adolescência!

|| ||

Bem, acho que nunca contei aqui, totalmente a minha história, de como descobri que estava grávida e tal...
Mas, hoje devido a um email que recebi, resolvi contar!! Quando descobri que tava grávida, entrei em desespero, fiquei com medo dos meus pais não aceitarem, porque minha família sempre foi meio ''das antigas'' e achei que me colocariam pra fora de casa! (Pensamento bobo de toda adolescente que engravida cedo) Enfim tomei um chá ''famoso' pela cidade daqui, e enfim, não deu certo! (Graças a Deus).. Quando fiz minha primeira consulta com o GO com 4 meses de gravidez, o meu maior medo era o bebê ter má formação, ou deficiência... E, sim, senti um ENORME arrependimento de um dia ter pensado na possibilidade de tirar a vida da minha filha... de impedir que ela pudesse vir ao mundo, que crescesse, que tivesse uma infancia, amigos, adolescencia, enfim, me arrependi de toda minha alma, de pensar em abortar o amor da minha vida! Deus foi misericordioso comigo, e me deu o presente mais Lindo, a minha filha, com MUITA saúde, MUITO esperta, maravilhosa, totalmente PERFEITA! Deus já sabia, que eu amaria ela de todo meu coração, apesar de ter pensado em abortar... Por isso, eu digo, a todas as adolescentes gravidas, que NÃO TENTEM NEM PENSEM EM ABORTAR UMA CRIANÇA. Ela(e) é seu bem mais precioso, um amor sem igual, indescritivel, maravilhoso, puro e verdadeiro! 


O número de curetagens decorrentes de abortos mal feitos em adolescentes aumentam na mesma proporção em que aumentam os casos de gravidez na adolescência .
O número de adolescentes que passa pelo serviço do SUS para corrigir as seqüelas do aborto mal feito está crescendo a cada ano. Aproximadamente 10 milhões de mulheres estão expostas a gravidez indesejada, seja por um uso inadequado de métodos anticoncepcionais ou mesmo por falta de conhecimento e / ou acesso aos mesmos . Estima-se que ocorra no país de 1 a 1,2 milhão de abortamentos ao ano , que constituem a 5º causa de internação na rede do SUS e são  responsáveis por 9% das mortes maternas e 25% das esterilidades por causa tubária.
O aborto provocado é todo aquele que tem como causador um agente externo que pode ser um medicamento abortivo ou chás , ou por um profissional.
Tipos de abortos utilizando processos químicos e físicos:Drogas e Plantas, Citotec,Micricesária ou Histerotomia , Dilatação e Corte , Sucção , Curetagem, Miniaborto , Aborto na Zona Cinzenta e Amniocentese (envenenamento por sal).       No país onde o aborto é permitido mesmo as jovens absolutamente convictas de que esse é o único caminho , entram em estado de depressão depois que o fizeram . Ficam ressentidas de ter perdido o bebê , se sentem culpadas ou fantasiam sobre como teria sido se não interrompessem a gravidez.    
A VIDA É DOM DE DEUS , SÓ ELE PODE DAR E SÓ ELE PODE TIRAR.








4 comentários:

  1. oláaah adorei seu cantinho <3 a Aninha é lindaaaa!
    já estou seguindo!

    Statusgravidaa.blogspot.com sigue aee!

    ResponderExcluir
  2. Ai amiga é difícil né!
    O aborto não passou pela minha cabeça,mas eu não julgo quem pensou nisso...claro que não apoio o aborto,mas principalmente adolescente,quando descobre a gravidez pensa em tudo...absolutamente tudo!
    Como eu já namorava a bastante tempo,e tava morando com ele,a minha maior preocupação foi a faculdade...
    Graças á Deus sua princesa é linda e saudável e tem uma mamae maravilhosa sz'
    Beeijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, na hora tudo passa na cabeça :\ mais me arrependo amargamente... Graças a Deus hoje ela ta aqui forte e o mais importante muito saudavel <3
      beijooo

      Excluir